Imagem Menu Normas

Normas

1. Âmbito da revista

A Revista Invenire é uma publicação semestral editada pelo Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, organismo da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, da Conferência Episcopal Portuguesa.

Dedicada a informar sobre o património cultural, artístico e documental da Igreja Católica em Portugal, promove a articulação entre temas da actualidade, numa vertente informativa, e estudos de natureza científica, baseados em investigações originais.

Intitulada numa alusão etimológica a termos como “descobrir”, “procurar”, “inventar”, reúne uma selecção de contributos em diversas áreas de actuação, estruturando-se, na sua pluralidade de perspectivas, nas secções de: Investigação, Portfolio, Obras em destaque, Caderno, Projectos, Opinião e Recensões. Nesse sentido, aceita propostas de artigos para publicação, enquadrados no seu âmbito de abordagem.

Todos os textos submetidos para apreciação devem ser inéditos (não publicados, ou a aguardar publicação) e baseados em investigações originais, privilegiando-se aqueles que:

  • se debrucem sobre temas relativos ao património conservado nas dioceses portuguesas;
  • se caracterizem pelo rigor e clareza da escrita;
  • ofereçam novos contributos para a actualização e conhecimento dos temas;
  • favoreçam a divulgação do património da Igreja Católica em Portugal.

  

2. Tipo de artigos

Procurando diversificar a natureza e a tipologia dos contributos que apresenta, a Revista Invenire aceita propostas de artigos para cinco das suas secções:

 

2.1. Investigação 

Publica artigos de investigação histórica-artística, centrados em temas de âmbito alargado.

Entre 17.000-30.000 caracteres com espaços, incluindo notas e bibliografia.

 

2.2. Obras em destaque

Publica artigos incisivos, centrados na análise de temas específicos: uma obra, uma descoberta recente, um projecto, um desenho, um artista, um documento.

Entre 8.500-20.000 caracteres com espaços, incluindo notas e bibliografia.

 

2.3. Projectos

Publica resultados de projectos de salvaguarda ou intervenções de valorização do património religioso, em particular aquelas concretizadas nas dioceses portuguesas.

Até 5.000 caracteres com espaços.

 

2.4 Opinião

Publica textos de opinião, devidamente fundamentados, sobre as diversas problemáticas associadas ao património da Igreja Católica em Portugal.

Até 5.000 caracteres com espaços.

 

2.5. Recensões

Publica recensões críticas sobre obras publicadas nos últimos dois anos, referentes a qualquer temática nacional ou internacional, na área da revista.

Até 5.000 caracteres com espaços.

 

3. Conteúdo dos artigos

3.1. Textos 

Formato:

Todos os textos devem ser em formato Word (.doc).

Capítulos:

Podem ser divididos em capítulos os artigos das secções “Investigação” e “Obras em destaque”. Outras subdivisões do texto far-se-ão sem numeração.

Ortografia:

Os conteúdos da Revista Invenire são redigidos segundo a antiga ortografia, excepto nos casos em que os autores optem pelo uso do novo acordo.

 

3.2. Notas e citações 

As notas ao texto serão integradas no final de cada artigo e devem ser reduzidas ao essencial. Não são incluídas notas nas secções “Projectos”, “Opinião” e “Recensões”.

As referências bibliográficas serão incluídas no corpo do texto, de acordo com o sistema (Autor, data: p.), com correspondência na bibliografia final do artigo. Ex.: (Simões, 1963: 152)

 

3.3. Bibliografia

Apenas se publica bibliografia final nos artigos das secções “Investigação” e “Obras em destaque”. Dado que se destina a fazer correspondência às citações existentes no texto, o autor deve assegurar que todas as referências constam da bibliografia final.

Ainda que possa integrar, pontualmente, alguma obra não citada (atendendo à sua relevância), não é objectivo da bibliografia final constituir o estado da arte sobre o tema abordado.

As referências bibliográficas devem adoptar a seguinte norma geral:

Livro:

APELIDO, Nome - Título. Local: Editor, Ano.

Ex.

 

CARVALHO, Ayres de (1971) – As obras de Santa Engrácia e os seus artistas. Lisboa: Academia Nacional de Belas Artes.

Capítulo de livro:

APELIDO, Nome (ano) - Título do capítulo. In APELIDO, Nome (Coord.) – Título do livro. Local: Editora, p.

Ex.

GOMES, Paulo Varela (2009) - Préréforme, réforme catholique et architecture - Les cathédrales portugaises du XVIème siècle: type, langage et partition de l'espace. L'architecture Réligieuse Européenne au Temps des Réformes. Paris: Picard, p. 217-230.

Artigo de revista:

APELIDO, Nome - Título do artigo. Título da revista. Local: Editor. Nº / Vol. (datas), p.

Ex.

MECO, José (1998-99) - Azulejaria portuguesa na Bahia. Oceanos. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses. Nº 36/37 (Out. 1998 - Mar. 1999), p. 52-86.

Teses:

APELIDO, Nome (ano) - Título [texto policopiado]. Local: [s.n.]. Dissertação de Mestrado / Tese de Doutoramento em [área científica] apresentada à [instituição de ensino].

Ex.

CRAVEIRO, Maria de Lurdes (1991) - Diogo de Castilho e a arquitectura da Renascença em Coimbra [texto policopiado]. Coimbra: [s.n.]. Dissertação de Mestrado em História - variante História da Arte apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

 

Para esclarecimento de eventuais dúvidas, será adoptada a NP 405, disponível em: www.ipq.pt > Pesquisa detalhada > Catálogo de normas > Tipo NP > Número 405

 

3.4. Imagens

Todas as imagens consideradas necessárias para ilustrar o artigo devem ser enviadas pelo autor. Independentemente de virem a ser publicadas, destinam-se a avaliar a necessidade de aquisição ou realização de novas imagens. Não se verificando essa necessidade, e sempre que possuam a qualidade necessária, poderão ser publicadas as imagens fornecidas pelos autores. A selecção final das imagens a publicar é assegurada pela direcção da revista.

 

Formato:

Todas as imagens dos artigos aceites para publicação devem ser entregues em suporte digital e em ficheiros separados (e nunca inseridas no corpo do texto), em formato JPEG ou TIFF, com uma resolução mínima de 300 dpis.

Localização:

Todas as imagens devem ser referenciadas no texto entre parêntesis rectos, a bold e com a indicação Fig. [Fig. 1]. Esta indicação destina-se à colocação (aproximada) da imagem, sendo eliminada no artigo editado.

Legendas:

Utilizando a numeração empregue no corpo do texto, deve ser elaborada uma listagem de todas as imagens propostas (remetida em ficheiro separado), seguida da respectiva legenda:

Autor, Título/Descrição, data, localização. Autor da foto.

Ex.

A. M da Fonseca, Visitação, 1850, igreja de S. João Baptista, Tomar. Foto Vítor Costa.

Copyright:

Os autores devem obter as autorizações necessárias para a utilização de fotografias ou outros materiais sujeitos a copyright, devendo informar a direcção da revista caso necessitem que esse pedido seja efectuado.

Pedidos:

Sempre que tal se justifique, os autores poderão solicitar à direcção da revista a obtenção de imagens a que não tenham tido acesso, junto de outras instituições (obras de arte, desenhos, gravuras ou documentação). O deferimento dos pedidos terá em consideração a viabilidade da aquisição e a pertinência das imagens para a qualificação do artigo.

 

4. Submissão dos originais

As propostas de artigos para publicação devem ser endereçadas à direcção da Revista Invenire por email ou CD, através dos seguintes contactos:

Envio por email:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Envio por CD:

Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja

Revista Invenire

Quinta do Cabeço, Porta D

1885-076 Moscavide

 

Todos os contributos enviados para apreciação devem ser organizados em quatro ficheiros separados, contendo os seguintes elementos:

  • Doc. Word: título do artigo, texto, bibliografia e notas
  • Doc. Word: legendas das imagens
  • Doc. Word: nome(s) do(s) autor(es), filiação institucional, email e telefone
  • Pasta de imagens

 

Verificando-se o cumprimento das normas de publicação, o texto é validado e sujeito a uma análise prévia. Determinando o seu interesse e adequação à revista, é submetido à apreciação do Conselho Editorial, por tema ou área de investigação. Mediante o parecer emitido, será comunicada ao autor a aceitação, aceitação condicionada ou não aceitação do artigo e, eventualmente, solicitadas modificações, ou elementos adicionais.

 

5. Provas

Serão enviadas provas tipográficas ao autor para revisão, não sendo permitidas correcções que alterem significativamente a estrutura e dimensão do texto.